6 comentários:
De Joe Bernard a 12 de Dezembro de 2012
Ainda me lembro do vinho Valdor, que era vendido em garrafas de litro, com tara reembolsável.
De Bic Laranja a 12 de Dezembro de 2012
Ora aí estava uma coisa ecológica e justa. Lavavam-se as garrafas e dava-se honestamente o seu valor a quem nas devolvesse ao ciclo. Hoje ludibria-se a gente com plástico aparentemente sem valor (mas valiosa matéria prima) de modo a nos levar a oferecê-lo graciosamente aos industriais. E com incorporação de mão de obra (separar as tampinhas).
Andamos bem, andamos...
Cumpts.
De Paulo Cunha Porto a 15 de Dezembro de 2012
E ainda se diz que a pinga não é compatível com uma vi(d)a encarrilada!

Abraço, Caro Bic
De Bic Laranja a 15 de Dezembro de 2012
Pois é. Mas no caso levou muito aterro...
Cumpts.
De tron a 19 de Dezembro de 2012
Esta zona da cidade foi "melhorada" quando foi a construção da Expo'98 ou estas invasões do Tejo foram mitigadas em outra altura ?
De Bic Laranja a 19 de Dezembro de 2012
O aterro é anterior, mas a Ecxpó melhorou muito mais.
Cumpts.

Comentar