11 comentários:
De MCV a 19 de Junho de 2013
Coisa estranha. Diria a minha cabeça que não seria possível os dois edifícios - Imaviz e Sheraton - serem vistos desta forma. Parecendo que um mostra o alçado nascente* e outro o alçado norte*, lado a lado.
Mas é. Há uma ilusão de óptica qualquer ditada pela distância que o torna possível.

Abraço

* com as devidas tolerâncias
De Bic Laranja a 19 de Junho de 2013
Um ângulo para mim habitual, de modo que me nunca fez espécie.
Cumpts.
De MCV a 19 de Junho de 2013
Remete esta nossa troca de impressões para um livro:
"A imagem da cidade" de Kevin Lynch.
Eu não diria, visto "daqui" que aquelas duas fachadas fazem entre si um ângulo recto. Antes me parecem paralelas.
(também vi ontem o actual panorama no Google Street View)
Abraço
De Bic Laranja a 22 de Junho de 2013
Compreendo. E é-me possível agora ver essas fachadas paralelas. Antes a sugestão da vista só o hábito de ver 'daqui'. Vistas curtas, se me entende...
:)
Cumpts.
De MCV a 22 de Junho de 2013
Olhares diferentes, de pessoas diferentes, com experiências diferentes.
Eu é que estaria equivocado se insistisse no paralelismo das fachadas.
É uma tomada de vistas curiosa.
Hei-de medir o ângulo que o olhar da lente faz com cada um dos alçados. Diz-me que é tirada passando aquele portão para dentro.
Abraço
De Bic Laranja a 28 de Julho de 2013
Tudo indica que sim.
Cumpts.
De Pedro Rodrigues a 19 de Junho de 2013
Mas será mesmo a dita Rua Barão de Sabrosa?? vendo no google esta rua nada parece com o que se vê na foto... e as habitações da rua parecem construções bem anteriores a 1972!! e também no google nao se vê á distancia o torre do " 5 Estrelas" ..... não será outra rua ... outro Bairro??
De Pedro Rodrigues a 19 de Junho de 2013
Já descobri ao certo a mesma perspectiva da imagem agora na actualidade!! sim... é na dita Rua Barão de Sabrosa.... mas num descampado que tem uns automóveis estacionados ... vê se bem as torres ao longe...
De Bic Laranja a 22 de Junho de 2013
Descobriu um mirante mais acima. Bom trabalho.
Cumpts.
De josé a 19 de Junho de 2013
O sítio a que se refere deve ser certamente a "Quinta da Argolinha".
No fim dos anos 50, princípio dos 60, os habitantes das barracas entre a Praça Paiva Couceiro e o convento das Comendadeiras foram para terrenos entre a Barão de Saborosa e a Picheleira.
Foi um despejo colectivo da CML (O brigadeiro entrou em funções).
Se me recordo bem tinha um acesso pela rua do Sol a Chelas.
Apanhando o autocarro n° 11 vindo de Sapadores para a Picheleira nem se via nada desse bairro de lata que finalmente era equivalente ao outro.
Cumprimentos
José

De Bic Laranja a 22 de Junho de 2013
A quinta que tinha acesso pela Rua do Sol a Chelas era a Curraleira. A cena aqui é o n.º 75 da Barão de Sabrosa, cujas traseiras são sobranceiras à Rua do Actor Vale.
Mas já me deu essa novidade das barracas na Paiva Couceiro.
Cumpts.

Comentar