8 comentários:
De [s.n.] a 29 de Julho de 2013
Ora bem! Assim é que se fala ou melhor, escreve. Por acaso ainda não tinha reparado nesse 'pormaior' que refere. Tenho dois desses supermercados perto de mim e por uma questão de limpeza (o chão do Continente encontra-se sempre nojento) e de mais variedade de géneros alimentícios, tenho preferido o Pingo Doce. Se bem que anteriormente e até aparecer aqui o Pingo Doce, era no Continente que me abastecia. E uma vez por outra ainda lá vou..., quer dizer, ia.
Maria
De Bic Laranja a 30 de Julho de 2013
Em quanto andam de barriga cheia podem esses merceeiros não se incomodar desperdiçar uns milhares/ano por cliente. Mas quando lhe minguar a «cheta» hão-de cá vir.
Entre tanto, mesmo no merceeiro franduno, fica na prateleira todo o artigo com rótulo neobrasileiro. Só por distracção...
Cumpts.

Comentar