8 comentários:
De Afonso Loureiro a 31 de Julho de 2013
Gosto mais desta versão do Fonte Nova e arredores.
De Bic Laranja a 31 de Julho de 2013
Tem outro encanto, não tem?
Cumpts.
De gato a 31 de Julho de 2013
A 1a circular é a sequência de arruamentos que, com inicio na R. Dona Maria Pia, continua por Marquês da Fronteira, Duque de Avila, Chile e Morais Soares, terminando na Afonso III junto ao Tejo.
"Ninguém" sabe isto. Só os velhos como eu... que aprendi dos mais velhos ainda.
cumpts
eao
De mujahedin a 31 de Julho de 2013
Já poucos aprendem com os velhos, hoje em dia.

Não é fácil, há que ir procurá-los aos lares. Não os seus, mas os da tal idade sem segunda nem primeira, para onde os encafuam. Quem sabe se não é porque o que dizem tem o efeito daqueles toalhetes que as mulheres (e homens - o tempora o mores) usam para limparem a maquilhagem que tantas vezes lhes oculta a verdadeira face, nesta era dos 'eus' hedonistas...

Só se apanham uns por aí, exóticos; ou então dos que se dizem com 'espírito jovem' o que, a meu ver, significa que em tantos anos de vida não aprenderam nada.

Cmpts.
De Bic Laranja a 31 de Julho de 2013
Ah, a circunvalação velha, limite do concelho de Lisboa de 1858, quando o novíssimo concelho dos Olivais tinha a Câmara Municipal no Largo do Leão e Alexandre Herculano era presidente da Câmara Municipal de Belém, que se estendia até Carnide!...
:)
Também me propus essa sequência cheia de lógica histórica. Suponho, porém, que esta 2.ª circular é de ideia mais moderna e de certa maneira avessa à cidade histórica. O eng.º Duarte Pacheco enquanto Ministro das Obras Publicas e presidente da C.M.L. gizou um plano de circulares da periferia para o centro de Lisboa. A circunvalação militar de Algés a Moscavide seria a 1.ª; a 2.ª seria a que temos; a 3.ª viria de Alcântara a Xabregas pela Palhavã e o Areeiro (foi quase feita) e uma 4.ª que não sei bem mas que se previa atravessar o morro da Penha de França num túnel a abrir na praceta Olegário Mariano como prolongamento da Rua de Pascoal de Melo até Santa Apolónia.
Digo isto de cór e peço desculpa de eventual falta de rigor porque cuido que o plano fosse mais complexo.
Historicamente, a 1.ª circular é a que diz, isso é certo.
Cumpts.
De André a 1 de Agosto de 2013
Não estando directamente relacionado com o que disse, surgiu-me uma dúvida enquanto lia a primeira parte do seu comentário. E onde era a Câmara Municipal de Belém? Tenho ideia de ter visto num mapa (talvez aqui no seu blog)que se situava na Boa Hora, no quarteirão feito pela Rua Nova do Calhariz, Calçada da Boa Hora, Travessa da Boa Hora à Ajuda e Rua Dom Vasco. Era deveras ai?

Cumprimentos,
De Bic Laranja a 13 de Agosto de 2013
Não lhe sei dizer ond era. Se o mapa está aqui não me dei conta do caso. De toda a maneira estive à cata disto e não consegui saber.
Em no descobrindo darei publica notícia dele.
Cumpts.
De Bic Laranja a 31 de Julho de 2013
Os exóticos estão na moda, esses sim. Os outros não. Dos outros lembra-me dum comentário dum sr. Artur Portela que disse sem errar que não deixa de ser irónico que a moderna sociedade que limpa o rabo ao seu caniche, depois de lhe ter apanhado o cócó do passeio, e se repugna com as touradas, tem nojo de cuidar dos seus humanos velhos, que despeja em simpáticos asilos.
O rumo que esta civilização leva é o da estupidez.
Cumpts.

Comentar