6 comentários:
De real a 25 de Setembro de 2013
De Espanha costumava-se dizer que de lá não vinha nem bom vento nem bom casamento, já das terras de Vera Cruz não sei o que dizer tamanho é o ódio que destilam sobre Portugal...
De Bic Laranja a 25 de Setembro de 2013
Têm vergonha do que são. Descarregam nas origens. Quer maior estupidez?
Cumpts.
De mujahedin a 26 de Setembro de 2013
Saberão o que são, ainda?

E saberemos nós, o que ainda somos? Mas como, se já mal sabemos o que outrora fomos?

Enfim, quando os portugueses se tratam a si próprios e à sua pátria da maneira que vemos e temos visto há quarenta anos, é sensato esperar que melhor seja o tratamento vindo de fora?
Fora eu brasileiro e também não saberia o que pensar das minhas origens. Espero que, ao menos, tivesse piedade.
De Bic Laranja a 26 de Setembro de 2013
Ser, já não somos. Poucos sabemos já o que fomos. Depois do grande acidente nacional Portugal acabou.
Cumpts.
De Inspector Jaap a 27 de Setembro de 2013
É com as lágrimas nos olhos que vos dou razão…
Será que não resta nem um descendente dos Conjurados de 1640? Eu não o serei dos 40, seguramente, mas, calhando até posso ser de um dos outros 10, ou isso que é, dos “prosaicos”. Ainda me sobra fôlego, parafraseando o Cid, para não ficar em casa… Eu sei que eles estão aí, mas escondidos.
Cumpts
De Bic Laranja a 28 de Setembro de 2013
Ninguém se quere meter nisto. E enquanto jorra a teta estrangeira os cães não largam o osso. Quando a penúria for total é possível que surja alguma alma. Se ainda a houver.
Cumpt

Comentar