21 comentários:
De acordai a 7 de Novembro de 2013
Faculdade de Letras...
Vão caindo as consoantes.Fica melhor que exceto.Talvez haja tempo para o enfiar no Vocabulário.Agora tudo é possível.
De Inspector Jaap a 8 de Novembro de 2013
Não seja pessimista com o «talvez».
Agora CABE lá mesmo tudo, pois se «aquilo» não passa de uma cloaca, quiçá a triste versão portuguesa da «Cloaca Maxima».
Cumpts
De acordai a 8 de Novembro de 2013
Há "grandes esperanças".Li há dias no Corta-Fitas que uma "assuciação" professoral propõe a eliminação do nosso"cânone" literário no ensino da Língua.De Fernão Lopes a Eça.Não haverá quem proponha ensinar-se História SÓ a partir da "alvorada em abril"?
De Inspector Jaap a 8 de Novembro de 2013
De facto, já batemos no fundo, e agora estamos a enterrar-nos no lodo desta trampa maldita. Como tem dito repetidamente o caro Bic , Portugal já morreu.
Cumpts
P.S. Depois do vinte e tal do quatro, só se for história.
De Bic Laranja a 9 de Novembro de 2013
Batemos, batemos. Mas podemos ir continuando a escavar.
Cumpts.
De Bic Laranja a 9 de Novembro de 2013
Sim. Vai tudo a eito.
Cumpts.
De [s.n.] a 7 de Novembro de 2013
Vergonha! Vergonha! Vergonha! Quem mandou escrever aquela asneira ortográfica gigantesca na placa de trânsito devia meter a cabeça na areia se tivesse algum resquício de decência, mas não a tem nem sequer sabe o que ela significa.
É isto, esta obscena democracia em todas as suas vertentes, em que, a somar a outros tantos crimes gravíssimos de lesa-pátria, sobressai o inqualificável A.O./90. E é imersos neste regime imundo, dirigido desde o 25/4 por gentaça d'igual safra, que os portugueses vão sobrevivendo e aguentando sabe Deus a que preço a mais reles e indigna classe política jamais vista em Portugal.
Maria
De Inspector Jaap a 8 de Novembro de 2013
Desta vez sem hipérboles, "chapeau"!
Só um pequenino comentário: essa cavalgadura se encostar o polegar ao nariz e estender a mão, garanto-lhe, não conseguirá ver a falangeta do mindinho; como é timbre dos atrasados mentais, é delicioso ver uma coisa nunca antes vista, e, ainda por cima, criada pelo próprio; que enlevo, fui eu que criei!
Mas que raio de pocilga intelectual em que nos meteram; e não se enxergam, as bestas, nem dão pelo cheiro!
Cumpts
P.S. Estou enganado ou essa Faculdade foi uma das que se recusou a aplicar “isso”?
De Bic Laranja a 9 de Novembro de 2013
A mais reles gente politiqueira que jamais se viu, ponto.
Cumpts.
De Carlos Francisco a 8 de Novembro de 2013
È uma aberração ultrajante á Lingua de Camões...Lamentável!..Fora com o Aborto Ortográfico!!
De Bic Laranja a 9 de Novembro de 2013
Ultrajante a todos os níveis. Uma ignomínia que fere o mais fundo do ser português.
Cumpts.
De Azarento a 8 de Novembro de 2013
E eu que depois de 48 anos fora de Portugal que imaginava que não sabia mais Português!!Salvo por esses horríveis iletrados.
De Bic Laranja a 9 de Novembro de 2013
Bem verdade, pode crer.
Cumpts.
De Joe Bernard a 8 de Novembro de 2013
Verdadeiramente um vómito.
Mas o pior é que só denota iliteracia!
Pobre Portugal...
De Bic Laranja a 9 de Novembro de 2013
É massa crítica deste calibre também que se afoba nos corredores dos ministérios. Não iremos longe nem haverá remissão possível.
Triste fado.
Cumpts.
De Sc a 10 de Novembro de 2013
Não é para publicar!
Olá.
Um favor
Creio que pus uma vez (depois de Março) um comentário a um "post" sobre o acordo que uma tal Marta (suponho que seja Marta, da UFRJ ?) afirma que a ortografia não depende do uso mas dos interesses do país conforme são decididos.
Há dias que ando à procura e não encontro essa pérola de totalitarismo. Não sei com que "nick" assinei.
Se conseguisse encontrar, agradecia muito. É algo que deve estar sempre à mão.
Muitos cumprimentos do
SC
De Sc a 10 de Novembro de 2013
Não publicar

Encontrei aquilo a que me referia, por isso não procure. Veja esta pérola: http://www.revistanossoestilo.com.br/continua-aqui/ortografia-nao-e-gramatica/
SC

P.s. Já agora, onde é o seu encadernador?
De Sc a 10 de Novembro de 2013
Agradeço que apague.
Sc
De Bic Laranja a 10 de Novembro de 2013
Obrigado pelo artigo. A ignorância dos factos é a habitual. A natureza do argumentário brota da mera estupidez. A prosa inepta é corolário de ambas. A afirmação sobre a escrita do português na Idade Média -- «No período fonético, a escrita seguia apenas a pronúncia da palavra e não havia uma sistematização coerente» -- assenta como uma luva no «Acordo» de 1990. O que diz muito do seu primor scientífico e das cacholas que o põem a uso como política nacionalista.

Não vejo necessidade de apagar os comentários, mas, se ainda entender assim, apagá-los-ei.
Cumpts.

P.S.: A douradora é na Rua dos Anjos, 20-A. Foi ela que tratou com o encaderandor que, segundo me disse, é na Av. Guerra Junqueiro, em Lisboa.
De tron a 12 de Novembro de 2013
comeram um P, se deveria de escrever excepto, eu no meu curso de alemão sem mestre passo as passas do Algarve com os dicionários electrónicos do meu telemóvel android; as duas aplicações são gratuitas, todavia traduzem para Português Brasileiro e depois tenho que traduzir para Português decente e não são poucas as ocasiões que tenho que usar dicionário em papel para fazer as traduções dos exercícios.
E quase em cúmulo da ironia, um dos dicionários em papel é de edição brasileira e nas entradas ou verbetes, nos casos onde é aplicável, tem a grafia europeia e a grafia brasileira para evitar quaisquer confusões
De Bic Laranja a 13 de Novembro de 2013
Comeram qualquer coisa estragada. Ou quando eram meninos cairam do berço de bateram com a cabeça no penico. Só lhes dali lá sai esterco.
Cumpts.

Comentar