18 comentários:
De Bic Laranja a 11 de Fevereiro de 2007
Deste Relógio em que se não vêem as horas aos campanários de igrejas ocultos por mamarrachos e 'outdoors' (adoro este novíssimo português) publicitários, estamos irmanados.
Cumpts.
De riacho a 11 de Fevereiro de 2007
Mas nisso - miscelânea -, todas as cidades são pródigas. Para quem estava habituado, como eu, a encontrar "as horas" na fachada de qualquer ourivesaria - e isto porque detesto andar de relógio de pulso -, foi uma perdição, esta cidade. Não conheço senão um desses públicos: O que está na torre do parlamento. É que nem as igrejas o têm! Abraço.
De Bic Laranja a 9 de Fevereiro de 2007
:)
De Scarlata a 9 de Fevereiro de 2007
Claro! Mas nisso todo o mundo é aldeia, onde ha policia a gerir o transito ha sempre maior confusao! Que Horas sao? :-)
De Bic Laranja a 8 de Fevereiro de 2007
É o progresso. Tudo automaticamente ordenado e sem volta atrás: quem entrar no tal túnel é bom que não se tenha enganado... Pena neste admirável mundo novo não se ver as horas no relógio!
Cumpts.
De pedro a 8 de Fevereiro de 2007
Também me lembro dos polícias. E lembro-me de subir a Marechal Gomes da Costa e virar à esquerda para a Cidade de Lourença Marques, e nem um semáforo havia. Hoje, até um túnel lá está! Tudo muda.
De Marco Oliveira a 7 de Fevereiro de 2007
Scarlata,
E lembras-te que quando havia polícias a gerir o transito na Rotunda aquilo andava sempre pior?
:-)
De Bic Laranja a 6 de Fevereiro de 2007
Ena! Que inesperado e valioso retorno! Tudo o que dizeis é mui acertado e pertinente; só se pode concordar (e eu concordo) com todos vós. Cumpts.
De [s.n.] a 6 de Fevereiro de 2007
A tal estrada, para os lados do Prior Velho e Figo Maduro, julgo ser a Estrada da Circunvalação...realmente antiga, e da qual restam uns pequenos pedaços.
De Scarlata a 6 de Fevereiro de 2007
Eu lembro-me do inferno que gerava essa rotunda... A pessoas eram tao beras a conduzir que nem sabiam o que era a precedencia, bloqueava-se tudo...
Lisboa, pelo que tenho observado nos ultimos anos esta-se a transformar num marracho de cimento. O que valeria a pena manter cai aos bocados e o que se deveria abater mantem-se quase como monumento ao mau gosto geral. Enfim, depois fazem,-se votaçoes sobre supostas maravilhas de Portugal.
Boa semana a todos.

Comentar