De [s.n.] a 19 de Fevereiro de 2018 às 04:28
Desculpe deixar uma notinha fora do tema que aqui trouxe.

Alguém que informe Sérgio da Conceição - treinador do F.C.Porto e certamente bom rapaz - que não se diz "isso não tem nada a haver", seria o mesmo se dissesse "isso não tem nada a ter", uma redundância a evitar por se tratar de uma calinada em dircurso oral. Há muita gente que comete o mesmo dislate, nas televisões e até em artigos de jornais, mas felizmente são cada vez menos. Um tal Sacadura, que em empos teve um programa tardio na RTP, também cometia o mesmo erro. Escrevi sobre isso, creio que neste blogo, e ele lá corrigiu a linguagem. O mesmo acontecia com convidados de programas.

Sérgio Conceição disse e repetiu frases, intermediadas por este erro de linguagem, dezenas de vezes nestes últimos dias e ninguém o avisou do erro. As pessoas que o rodeiam não sabem português? Pelo visto não devem saber.
Maria
De Bic Laranja a 19 de Fevereiro de 2018 às 20:29
Disse-me um campeão da língua portuguesa que «ter a ver» é galicismo. O indicado é «ter que ver».
Claro que nos matrecos «ter a haver» é que está bem.
Cumpts. :)
De Valdemar Silva a 19 de Fevereiro de 2018 às 23:17
Talvez pelo hábito, a rapaziada da bola é useira em dar pontapés na gramática, mas desta vez o rapaz teria dito 'isso não tem nada a haver ou não haver' vídeo árbitro.
Cumpts.
Valdemar Silva
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.