De [s.n.] a 24 de Maio de 2016
Ouvi há pouco na TVI-24, às 15.35 e já em repetição, a locutora proferir em directo, mas também e por várias vezes em off "... levarem as crianças a assinarem..." (um documento qualquer relativo à sua opinião quanto à responsabilidade parental). Ora esta frase/oração deve ser redigida ou pronunciada oralmente de duas maneiras possíveis: "levarem as crianças a assinar..." ou "levar as crianças a assinarem". Salvo raríssimas excepções que confirmam a regra e aqui não é o caso, não se conjugam dois verbos/predicados numa mesma oração, um deles tem que permanecer obrigatòriamente no infinitivo.
Maria

Nota: Mas há mais destes atropelos ao português (e alguns mais graves) nas televisões e nos jornais. Hei-de voltar a eles neste oportuno e didáctico espaço, o indicado por excelência para dirimir casos que tais.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.