De Luís a 28 de Maio de 2015
Portugal praticamente não tem floresta. O que temos são plantações de pinheiros e eucaliptos. É caso único no Ocidente pois até nos EUA cerca de 50% da floresta é pública e nativa. E em Portugal, o que há? A Margaraça, que ocupa apenas uma encosta na serra do Açor, ou a mata da Albergaria, a ocupar uma reduzida percentagem do único Parque Nacional que temos.

Nas nossas serras a floresta nativa traria a necessária protecção aos solos contra a erosão, prevenindo assim a ocorrência de cheias. E uma boa gestão florestal geraria emprego e riqueza.

Não é apenas problema dos arredores de Lisboa. No Alentejo e Algarve quase extinguiram os carvalhos. Na região Centro desnudaram as serras. No Norte houve mais respeito pela floresta mas depois veio o eucalipto, essa praga. As serras algarvias são hoje um mar de estevas.

Faltam também árvores nas bermas das estradas, mas com as «limpezas» as autarquias não as deixam crescer. E nas sebes que dividem os terrenos ou nas galerias rípicolas, a acompanhar os cursos de água.

E por que motivo em Portugal as autarquias não utilizam árvores portuguesas nos jardins, nas cidades? A nossa azinheira é usada em jardins na Irlanda e o nosso Quercus canariensis, árvore nativa da serra de Monchique, está em jardins ingleses. Temos o azevinho, o amieiro, o castanheiro ou o ulmeiro. Há ainda a rainha das árvores do Norte, o carvalho-roble, que dominou a paisagem portuguesa a Norte do sistema montanhoso Sintra-Montejunto-Estrela, estando ainda presente a Sul onde as condições climáticas permitem a sua ocorrência.

Os portugueses não conhecem a sua flora nativa e dedicam-se a espalhar espécies vegetais introduzidas que depois se tornam invasoras e causam prejuízos económicos e ambientais incalculáveis. Renegamos o que é nosso, ansiamos pelo que vem de fora. Isto diz muito sobre o estado em que nos encontramos.
De Bic Laranja a 28 de Maio de 2015
Comentário pertinentíssimo. Destaco-o em adenda.
Obrigado!
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.