Domingo, 20 de Dezembro de 2015

Da tragédia na linha de Sintra em 1965

DL, 21-12-1965, p1.jpg  O confrade Manuel recorda no Gasolim o acidente ferroviário entre Algueirão – Mem Martins e a Portela de Sintra em 20 de Dezembro de 1965. Dá notícia sumária do caso — um comboio de mercadorias partiu inexplicàvelmente de Sintra pela contravia e chocou de frente com um tranvia com destino a Sintra — e remete-nos ao blogo de Algueirão – Mem Martins onde uma nublosa recordação do caso aparece comentada a propósito e a despropósito por gente mais ou menos coisa...
  Alguns comentários são testemunhos de memória oral, mas — fatalmente, nesta era democrática... — lá se nota a colagem pavloviana duma tragédia de aparentes razões prosaicas ao malévolo regime do Estado Novo. — Nem sei como era permitido haver comboios...
  Os idiotas que lá misturam a P.I.D.E. e a censura podiam ler com proveito o insuspeito Diário de Lisbôa de 21/12/1965 fotocopiado para o Mundo pelo «pai da democracia» lá na fundação que a rica dita lhe subvenciona. Está tudo no jornal, expressamente visado pela censura e em melhor reportagem dos factos do que livremente se hoje lê na imprensa, aposto. Fàcilmente perceberiam (ou não, dependendo do embotamento doutrinário) que contar e identificar vítimas esquartejadas por acidente tão violento como o que se deu é mais difícil que trautear a tabuada. É ler o jornal, por conseguinte, e o do dia seguinte também para ver como o inquérito foi entregue à Polícia Judiciária por se ver o Delegado da Procuradoria-Geral da República da comarca de Sintra a braços com tanto trabalho, já então, que não seria capaz de produzir conclusões em tempo útil. Eis a pista. Calhando a curiosidade histórica actual dar em vasculhar o arquivo da P.J. talvez nele ache as almejadas provas da conspiração do silêncio entre o «fâchismo» e a C.P. que alguns doutrinadamente atribuem ao caso. À parte isso outra conclusão mais simples — e não serão precisos grandes trabalhos para lhe chegar — é que a memória é curta e atraiçoa. Se partirmos do erro de que a tragédia foi três dias depois de ter sido, em poucos jornais dessa data errada lhe acharemos notícias. Isto se as sequer procurássemos, claro, como apesar de tudo parece que foi com o autor do blogo de Algueirão – Mem Martins, sr. Hugo Nicolau, que menciona o Correio dos Açores como fonte da notícia que deu do caso.
  Quem se interessar pela explicação da tragédia tem, pois, pistas sólidas para seguir.

Diário de Lisbôa, 22-12-1965, p15(Págnas do Diário de Lisbôa de 21 e 22 de Dezembro de 1965 à conta Fundação do irmão do dr. Tertuliano.)

Escrito com Bic Laranja às 13:57
Verbete | comentar
12 comentários:
De MCV a 20 de Dezembro de 2015 às 18:16
Obrigado pela referência.
Quando se põe a gente a comentar que foi esquecido porque foi escondido do povo, está tudo dito!
Só se lembra destas coisas quem tem memória e as viveu ou ouviu contar.
Pouca gente tem memória e é isso que esconde do povo, hoje, a maioria dos bons e dos maus sucessos passados.
Ainda que sobre eles tenha passado muito menos do que estes cinquenta anos.
Abraço e Boas Festas

Manuel
De Bic Laranja a 20 de Dezembro de 2015 às 21:34
O fâchismo tem as costas tão largas como isto: a memória curta das gentes. Que dizer desta sôfrega dinâmica actual que elege de rajada factos a acontecimentos e os relega ao esquecimento passadas nem 24 horas? Vicioso esquema. O caso piora com a cartilha oficial ditando certos referenciais nos juízos assim viciados. É o delírio colectivo.
Obrigado e feliz Natal!
De josé monteiro a 20 de Dezembro de 2015 às 22:24
A razão que me levou a vir confirmar a data deste acidente de comboio na linha de Sintra no dia 20 de Dezembro de 1965,foi, porque eu era passageiro na ultima carruagem da 1ª composição, a única que ficou nos carris. A hora de saída do Rossio era ás 17h51m. Faz hoje 50 anos , tinha eu 18 e andava a fazer a admissão ao Instituto. Foi um desastre terrível, morreram vinte muitas pessoas.
De Bic Laranja a 20 de Dezembro de 2015 às 22:36
Não sei se chegou a saber as conclusões da investigação da Judiciária. Talvez no-las pudesse dizer.
Obrigado do seu testemunho.
Feliz Natal!
De José Lima a 21 de Dezembro de 2015 às 10:27
Nada a ver com o assunto principal deste artigo, mas ao ampliar a segunda página do "Diário de Lisboa" aqui publicada, não pude deixar de sorrir com a notícia "Pedido de captura" e as peripécias de um tal "Engenheiro Azevedo"... Não sei porquê, mas lembrei-me logo de um outro "Engenheiro"...
De Bic Laranja a 21 de Dezembro de 2015 às 12:29
A engenharia da burla é coisa antiga. Mas em 65 davam-lhe caça, hoje dão-lhe tempo de antena.
Cumpts.
De José Lima a 21 de Dezembro de 2015 às 10:41
Brilhante a "Nota do dia" que o "Diário de Lisboa" - e tanto mais que se tratava de um jornal já então com simpatias ditas de esquerda - publica a propósito da tragédia. Julgo que actualmente seria impossível escrever-se assim, por causa do jacobinismo dominante, em qualquer um dos chamados jornais de referência que por aí circulam, o que é bem sintomático da involução civilizacional que a sociedade portuguesa sofreu no último meio século.
De Bic Laranja a 21 de Dezembro de 2015 às 12:35
Concordo. Por isso escrevi que está tudo no jornal em melhor reportagem dos factos do que se leria na imprensa hoje. Temos catecismo editorial, não jornalismo.
Cumpts.
De Marisol franca a 21 de Dezembro de 2015 às 20:14
De onde se conclui, em silogismo simples e perfeito

O faxismo não silenciou!

Eu cá não entendo nada de política e muito menos de História, mas expliquem-me, como se fosse ruiva, para que é que raio isto interessa?
O que tem o embate dos Quim boios e a narrativa,ou não, do facto pelo Diário de Notícias a ver com a Sensura do Estado Novo????

Benza-os Deus 😱
De Bic Laranja a 21 de Dezembro de 2015 às 22:13
Pois!... Será preguntar-lhes, aos pavlovianos.
Feliz Natal!
De Hugo Nicolau a 21 de Dezembro de 2015 às 22:49
http://algueirao-memmartins.blogspot.pt/2014/12/chocaram-dois-comboios-perto-do.html
De Bic Laranja a 22 de Dezembro de 2015 às 23:02

Comentar

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS

____