7 comentários:
De Valdemar Silva a 2 de Maio de 2018
Acerca do diagnóstico da espinha partida, já o vetusto Prof. Dr. e Veterinário anunciava, em 1970, a seus familiares que tinha acabado o tempo das vacas gordas. Em 1970 estava a referir-se ao que passado em 44 anos e segundo seu INE-1970:
- 36% da população sem electricidade
- 42% da população sem esgotos
- 53% da população sem água canalizada
- 26% dos homens e 35% das mulheres analfabetos
e a mais de um milhão dos que 'estão lá fora' e a meio milhão de jovens que estavam no tropa e na guerra nas colónias, que dava muito jeito para combater o desemprego.
A velha nação, passados os estes últimos 44 anos, continua de pé e de espinha bem direita a ver do Minho ao Algarve o extraordinário progresso das suas terras e do seu povo, que só não vê quem quer ser cego ou seguidor das notícias do diabo.
Valdemar Silva
De Bic Laranja a 29 de Maio de 2018
E 100% da população sem computador nem telemóvel, incluindo ultramarinos, emigrados e desertores exilados.
Recomendo estudo.

Comentar