De [s.n.] a 7 de Agosto de 2018
O que se passa neste País com os grandes incêndios que se sucedem a cada ano com estragos incalculáveis para as populações e para a economia do País não têm explicação nem a mínima desculpa. Os políticos sabem-no de cor e salteado, é claro que sim, já que são eles os principais responsáveis.

Quem quiser saber quem está por detrás deles em todos os países da Europa e já agora do mundo (assim que os incêndios acabarem em Portugal passam logo para Espanha) perca um bocadinho de tempo e investigue, há vídeos com fartura para ilucidar os mais distraídos.

O Costa é um interesseirão e um oportunista. Veja-se o que ele fez quanto ao aumento de um andar na sua casa da A. de Liberdade contra o parecer urbanístico, tudo feito em conivência com outro oportunista, o Salgado da Câmara. Além de mais outras casas que ele tem por aí. Tal como o traidor e ganancioso Soares que tinha pelo menos seis casas e uma quinta espalhadas pelo nosso País e pelo menos outras duas em Paris. Foi com este velhaco, enquanto estudou no C. Moderno, que Costa apreendeu a desgovernar o País e a governar-se e de que maneira.

Costa é um farsante e a maior nulidade como primeiro ministro e o mais cínico governante que Portugal já teve na sua longa História. Ele só foi ultrapassado por Soares.

Costa é um hipócrita e um rematado mentiroso. Costa é um comunista travestido de socialista para iludir o povo ingénuo. Ele foi bem doutrinado no Colégio Moderno pelo dono do dito, o comunista-mor Soares (o mesmo que fez a todos os políticos muito nossos conhecidos que lá estudaram e que por aí se passeiam desde há quatro décadas a enriquecer à nossa custa, todos eles vendidos ao sistema e que foram premiados com altos cargos, para os quais nem sequer tinham competência, como paga pelos inúmeros fretes prestados.

Costa nem esconde a sua origem ideológica. Ele e todos os seus camaradas, falsos como Judas, falam em nome dos pobrezinhos mas o que eles querem é dinheiro, muito dinheiro. Quem sai aos seus não degenera. Costa aprendeu com o pai, Orlando Costa, que era um comunista encapotado (só o confessou depois do 25/4), fez-se de direitista para sem o mínimo pejo ter ido trabalhar durante anos para as famílias mais ricas de Portugal.

Somos governados por um cambada de malvados. Raios os partam e diabos os levem.
Maria
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.