Sábado, 9 de Fevereiro de 2019

Definição de cagagésimo

Cagagésimo de segundo – intervalo de tempo, inferior ao segundo, que em Portugal identifica o tempo decorrido entre o aparecimento da luz verde do semáforo e a irritante buzinadela do carro que se encontra à nossa retaguarda.
Eduardo Alexandre Viegas Ferreira de Almeida, «"Lenha" em Nhamarroi», in Quarenta Anos de Aviação, Martins & Irmão (impressor), 1995, pp. 152.

Semáforos, Lisboa (F. da Cunha, 1930)
Semáforos, Avenida, 1930 ante 1/6/1928.
Ferreira da Cunha, in archivo photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 18:59
Verbete | comentar
15 comentários:
De [s.n.] a 9 de Fevereiro de 2019 às 23:26
Muito sinceramente tenho pena de não ter vivido nestes tempos. Por todos os motivos e mais um.
Maria
De Bic Laranja a 13 de Fevereiro de 2019 às 19:49
Também tenho essa pena.
Cumpts.
De gato a 10 de Fevereiro de 2019 às 14:57
Reza a tradição que foi Luís Filipe Leite Pinto (irmão de Francisco de Paula Leite Pinto) e que era professor liceal, que inventou o termo 'cagagésimo'.
Sua Mãe, de Alcácer do Sal, e que morreu além dos 90 nos, escrevia para os filhos 'em verso'. Inacreditável mas verdadeiro.
De Bic Laranja a 13 de Fevereiro de 2019 às 19:48
Ora aqui está uma informação (duas) que desconhecia.
Cumpts.
De João Marchante a 10 de Fevereiro de 2019 às 16:13
Eis uma palavra que os meus amigos de adolescência e eu usávamos mas que entretanto deixei de dizer porque constatei que ninguém a percebia.
De Bic Laranja a 13 de Fevereiro de 2019 às 19:37
O Priberam já a incorporou. A par de «colhonésimo», veja bem!...
Cumpts.
De Pedro Nogueira a 10 de Fevereiro de 2019 às 16:14
Cagagécimo:Período de tempo inferior ao nano :)
Pena, hoje em dia, os 'engarrafamentos' na Avenida não serem assim.
De Bic Laranja a 13 de Fevereiro de 2019 às 19:34
Sim. Vivemos tempos demasiado cheios. Torna-se tudo irrespirável.
Cumpts.
De José Leite a 12 de Fevereiro de 2019 às 10:56
Caro "Bic"

Uma pequena rectificação se me permite.

Esta foto não pode ser de 1930, mas sim anterior a 1 de Junho de 1928, data a partir da qual a circulação de veículos passou a fazer-se pela direita. Nesta foto os automóveis ainda circulavam pela esquerda ...

O AML em datas ...

Os meus cumprimentos
José Leite
De Bic Laranja a 13 de Fevereiro de 2019 às 19:32
Obrigado, prezado José Leite!
Penitencio-me duma desatenção destas. Sem desculpa.
Cumpts.
De [s.n.] a 14 de Fevereiro de 2019 às 00:31
Pedindo-lhe desculpa pelo abuso do espaço e agradecendo a sua infinita benevolência, passo a dar algumas lições de português aos jornalistas e aos convidados. É neste blogo se pode fazer este serviço público porque toda a gente vem ler o que aqui é criticado por se ser avesso ao polìticamente correcto, neste incluídos os atropelos à nossa lindíssima língua praticados por toda esta geração de políticos, mas também por lincenciados, doutorados, comentadores, convidados e pelos jornalistas de todos os canais.

Salvam-se alguns jornalistas desportivos, honra lhes seja, como também por alguns convidados destes e d'alguns outros programas. Deixo alguns nomes dos melhores jornalistas, como já o havia feito anteriormente:

O Miguel Fernandes é fluente e impecável no português, só deve evitar dizer EQUIPE (um francesismo inadmissível), este vocábulo é d'origem francesa e os brasileiros adoptaram-no, mas nós estamos em Portugal e em português a palavra correcta é EQUIPA!; a advogada Susana (?) que o acompanha nos comentários jurídicos fala fluentemente o português e a dicção é perfeita, só deve evitar mostrar o peito com exageradíssimos decotes (como faz quase sempre), porque essa falta de decoro retira-lhe a credibilidade que sem dúvida merece e em televisão (para quem quer que seja que lá apareça) a postura, a apresentação, a discrição no vestuário e a moderação no discurso são atributos indispensáveis pelo que não se podem nem devem descurar; o excelente jornalista desportivo Rui Pedro Brás só peca por repetir (tal como o Miguel Fernandes) incorrectamente a palavra EQUIPE - curiosamente já alguns jogadores e alguns treinadores, menos o Jorge Jesus, mas este não tem culpa, já pronunciam correctamente o substantivo EQUIPA que é, este sim, verdadeiramente português;

o Rui P. Brás e o Miguel Fernandes repetem PARADÔXO constantemente, estando esta fonética incorrecta, aprendam que o "O" que antecede o "X" está lá justamente para abrir tònicamente a vogal que o antecede - qualquer vocábulo que gràficamente contenha o "X" obriga a abrir a vogal anterior; estes dois excelentes jornalistas (e outros mais) repetem contìnuamente a palavra "acerca" fechando a A inicial..., erro crasso!, o advérbio é formado pela preposição "A" e pelo substantivo "CERCA", por ex.: "O aeroporto fica A CERCA (o "A" fechado e o "E" fechado) de dez quilómetros do centro da cidade", a outra palavra fonèticamente semelhante mas de signicado diverso é a loc. prep. "ACERCA DE", pronuncia-se 'ÀCÊRCA' (A aberto e o E fechado e significa "a respeito de", "relativamente a";

a Carla Moita é sóbria no discurso e fala correctamente; a Mariana (?) da CMTV, é uma excelente jornalista sobre assuntos desportivos, sobretudo futebol, o único que por vezes vejo e alguns colegas seus também o são, coisa rara diga-se de passagem e os cometadores destes programas desportivos são quase todos competentes e falam mìnimanente bem, salvo um que dá algumas calinadas e repare-se que nem sequer é o Futre, que uma vez foi comoventemente sincero e honesto ao afirmar ter tido pouca instrução, estando por isso desculpado n'alguns desacertos de linguagem; a Teresa Dimas é mìnimamente correcta no português, mas não deve interromper os convidados; as duas Patrícias da TVI são mais ou menos correctas no português (uma é melhor do que a outra, esta última pronunciava as palavras com som anasalado absolutamente horrível para parecer menina-bem...), mas ambas pecam miseràvelmente ao pronunciar a palavra FLAGÊLO (elas e muitos/as colegas e convidados/as e até doutores e engenheiros o dizem e repetem...), esta palavra "flagellu" d'origem latina, ao ter passado ao portuguuês adquiriu a mesma fonética, isto é, pronuncia-se FLAGELO com o "E" bem aberto como se levasse acento agudo, mas naturalmente sem o sinal gráfico.

O nome próprio FÉLIX, d'origem inglesa, neste idioma pronuncia-se de facto FELIX (fíliquesse) mas em português sempre se pronunciou FELIX (féliz) como se a palavra fosse FELIZ (com o E aberto) e é um adjectivo e não um substantivo próprio ou seja, como se o "E" levasse acento agudo e o X adquirindo o significado de um Z;

Há mais, muito mais. Fica para a próxima.
Maria

De [s.n.] a 15 de Fevereiro de 2019 às 18:36
Correcção: "... como se o "E" levasse acento agudo e o X adquirindo o significado de um S" (e não de um Z).
Maria
De Bic Laranja a 19 de Fevereiro de 2019 às 20:02
Do fim:
Félix vem do latim. O xis deve dizer-se como xis, sim senhora, e não como «cs». Significa «feliz».
Flagelo é como diz; o «e» tónico do latim vulgar persiste em geral no português. A forma antiga era «fragelo»; em latim quer dizer açoite.
Paradoxo também é como diz, com «o» tónico aberto; o Aulete de 1881 assim o confirma, embora os gregos digam παράδοξο (parádoxo).
Equipe é galicismo escusado porquanto o aportuguesamento está mais que consolidado, tal como cabina ou vitrina.
Dos jornalistas digo só da Mariana Águas da CMTV; oportuna a falar e discreta a deixar falar, sempre muito justa medida. Ao contrário do João Ferreira, insuportável.
Cumpts. :)
De [s.n.] a 21 de Fevereiro de 2019 às 16:29
Exactamente.
Antes de ter iniciado esta enorme e muito curiosa listagem de marcas de Autocarros, pensei que tinha ido de férias ou que tivesse estado doente dado os muitos dias que esteve sem escrever. Graças a Deus parece que não foi o caso:)
Maria
De Bic Laranja a 22 de Fevereiro de 2019 às 10:23
Ando só para aqui. Uns dias mais inspirado, outros nem nada.
Obrigado do seu cuidado.
:)

Comentar

Abril 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

arquivo

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS

____