15 comentários:
De zazie a 28 de Fevereiro de 2016
AHAHAHAHAH
De Costa a 28 de Fevereiro de 2016
Um exemplo, entre tantos, do triunfo da tal geração "mais bem preparada de sempre". Gente aflitivamente inculta, mas geralmente dotada de um diploma universitário - uma instrução tantas vezes indigna do grau outorgado - e que nunca leu mais do que o mínimo exigido na escola (e idealmente sob a forma de resumos e "fichas") e um livro ou outro do autor da moda (raramente recomendável). Gente que tem da língua uma ideia, tendo ideias, puramente funcional, utilitarista: desde que se perceba, está tudo bem.

Gente que passeia a sua vacuidade vaidosa, de copo de gin na mão e citando restaurantes em voga, de "lounge" em "lounge" ou locais afins. Gente que empenhadamente participa no grande desígnio embrutecedor em que aposta o poder.

Gostava de rir disto. Não consigo...

Costa
De Capcréus a 29 de Fevereiro de 2016
Muito bom este comentário!
Isso mesmo!
De Bic Laranja a 29 de Fevereiro de 2016
É verdade. Temos addenda.
Cumpts.
De Costa a 29 de Fevereiro de 2016
Muito obrigado pelo destaque. Não há mérito meu. Não há, desgraçadamente, mérito. Há uma evidência: há um tempo, o nosso, que finda penosamente. E o que aí vem não é melhor.

Costa (nada a ver, como muito bem recordou!)
De Bic Laranja a 29 de Fevereiro de 2016
Apoiados!
Ambos.
Cumpts.
De José Lima a 29 de Fevereiro de 2016
Perdão, mas o que é isso de um "lounge"?..
De Costa a 29 de Fevereiro de 2016
Está muito em voga. Procure na rede, ou num "velho" dicionário em papel. Por estes dias há "lounges" para tudo: tomar uma bebida, dormir... e para comer peixe cru ("sushi", enfim; que nada tenho contra).

Costa (nada a ver com esse)
De José Lima a 1 de Março de 2016
Havia uma pontinha de ironia na minha pergunta quanto ao modo como surgem e se utilizam estes estrangeirismos, sobretudo os anglicismos. Mas, naturalmente, concordo consigo: consultado o meu velhinho dicionário de Inglês-Português e pesquisada sumariamente a rede, concluo que o emprego da tal palavra se encontra na maior das confusões, usada e abusada as mais das vezes em tom de pura pretensão arrivista.
De Costa a 1 de Março de 2016
Ora precisamente.

E se essa gente faz alguma ideia do que signifique arrivismo já é outro assunto.

Costa (nada a ver com esse outro)
De ASeve a 4 de Março de 2016
Tem de ir ao BIGUE PITXURE onde por vezes se fala pretuguês...a hora nobre...para elevar a cultura giral de bué pessoal...e é bueda giro
De Bic Laranja a 13 de Março de 2016
Ainda não fui... Estou-lhe em falta. Calhando, vou...
Deus nos dê paciência!
Cumpts.
De recto a 3 de Março de 2016
Acha que as habilitações do seu camarada são ilegais?
Não MMº se foram publicadas no DR e alguém as autorizou estão legais.
Pois é. Encontrar pessoas que tiraram a 4ª classe a custo e depois são letrados com o 9º ano tirado em 2 meses, o 12º em 4, etc. Mas o anafalbetimo para a estatística diminui, é o que interessa. Mas no pseudo curso superior temos os casos Relvas e companhia
De ASeve a 4 de Março de 2016
Por não lerem nada; é que, atenção, acabo de ler um livro -("BUTCHER'S CROSSING" de John William onde, a páginas tantas, li (e não queria acreditar) ENXENDO em vez de enchendo. E não acredito que seja gralha.
É da Editora LEYA (Publicações D. Quixote).
Aflitivo, por vezes quase que até já duvido de mim mesmo...
De Bic Laranja a 4 de Março de 2016
É verdade. Fica-se assim na dúvida. Será possível um mundo tão completamente demente?
Cumpts.

Comentar