2 comentários:
De Afonso Loureiro a 31 de Dezembro de 2014
Ainda há dias comentava com a cara-metade que a qualidade das notícias era tanta e de tal interesse que se limitavam a anunciar frio no Inverno e calor no Verão. Pelos vistos, não sou o único a pensar nisso.

"Agasalhe-se" trocado por "vista várias camadas de roupa" está ao nível do "confira o troco" trocado por "verifique a exactidão da quantia recebida" com que nos brinda a CP nas bilheteiras.

É a novilíngua que transforma verbos singelos e bem conjugados em abomináveis flexões do verbo efectuar e uma substantivização do verbo pretendendido. Haverá mesmo quem ache preferível, mais polido ou elegante "efectue pagamento" ao invés de "pague"? Estou à espera de em eleição próxima ver escrito, em vez de "vote" uma coisa parecida com "efectue votamento".

Boas entradas!
De Bic Laranja a 2 de Janeiro de 2015
Há muita gente que repara. Os noticiários são um ocioso encher do vazio; de notícias e de ideias: ontem vi num mais de metade do tempo (que é muito) com urros e banhadas de ano novo...

A oratória tornou-se coisa de autómato. Pouco cobra ao raciocínio (de que é falha) e mais se orienta pela mecâncica repetitiva; se procura cor despenca-se em eufemismos de modas ou de ideologias numa idiotia desgraçada!

Ano bom!

Comentar