10 comentários:
De marcos pinho de escobar a 22 de Outubro de 2016
O meu Amigo muito bem instalado para a leitura!
De Bic Laranja a 22 de Outubro de 2016
Tem razão!

Cumpts.
De José Lima a 23 de Outubro de 2016
O Marcos Pinho de Escobar, em tempos, não andou à procura disto?

https://www.abebooks.fr/servlet/SearchResults?bi=0&bx=off&ds=30&kn=kaulza&recentlyadded=all&sortby=17&sts=t

Achou, entretanto?..
De Marcos Pinho de Escobar a 23 de Outubro de 2016
Achei sim, Caro José Lima! Mas o que tenho é fotocópia de original encontrado na "London Library" há mais de vinte anos... Na altura procurei por todo lado e nada... A "Abebooks" é mesmo fantástica.
Muito agradeço a sua atenção!
De José Lima a 23 de Outubro de 2016
De nada! É sempre um prazer ajudar nestas coisas!
De José Lima a 23 de Outubro de 2016
Vinte cinco euros pelos seis foi bem barato! Eu, pelos meus, há não muito, paguei sessenta e cinco euros e não os mandei encadernar - as capas de origem mantinham-se em estado de conservação bastante aceitável. Porém, calculo que o meu amigo, considerando os preços praticados pelo encadernador a que recorro habitualmente, haja desembolsado por essas obras de arte qualquer coisa entre cento e cinquenta e cento e oitenta euros (como é óbvio, não lhe peço qualquer confirmação).
De Bic Laranja a 23 de Outubro de 2016
Não há problema em revelar. Conto-lhe a história que talvez possa valer um verbete:
O vol. II foi-me oferecido. Adquiri o vol. I num OLX qualquer por menos de 5€. Ambos em bom estado. O caso foi ficando assim e quando me decidi a comprar os restantes, negociei-os em conjunto por pouco menos de 20€. Sucede que estes, embora inteiros, vinham com a cabeça e a lombada muito, muitíssimo amarelecida do pó (e cheirando...), fruto de décadas de armazém, eu me parece. — Desconfio até que foram comprados de propósito para armazenar e esquecer, numa habilidade que deve ter sido concertada, de os subtrair ao público... Isso explica a raridade de certas edições incómodas como esta ou a do livro de Rui Mateus. Coisas da democracia...
Resolvi encaderná-los por causa do estado pior desses últimos 4, portanto. Tudo somado deu 35€ / volume.
Cumpts.
De José Lima a 23 de Outubro de 2016
Os democráticos, sobretudo se abrileiros, são mesmo assim. Veja-se, por exemplo, o que sucedeu com o segundo volume da edição portuguesa de "O Arquipélago de Gulag", de Soljenitsine, destruída na quase totalidade em armazém, ainda antes de haver sido distribuída.
De [s.n.] a 23 de Outubro de 2016
Por manifesta curiosidade: Quanto custariam estes livros, tal e quais, em Outubro de 1973, relativamente, ao preço d'hoje?
De Bic Laranja a 23 de Outubro de 2016
Os volumes III e IV trazem o preço a lápis: 330$00 e 430$00, preços correntes em 1978 e 1980, anos da respectiva edição destes vols.
Em 73 não haviam sido publicados.

Hum!...

Extrapolando com base na correcção monetária do I.P.C. do I.N.E. custariam aqueles vols. como o editor os pôs à venda algo como de 110$00 a 120$00 em 1973.
Encadernados como se vêem, e considerando o preço em que me ficaram em agora 2016, custariam 170$00.

Cumpts.

Comentar