7 comentários:
De Leunam a 27 de Junho de 2020
O passageiro retratado será o falecido Prof. Vitor Crespo ?
Se não é ele, é pessoa muito parecida, até nos óculos e nas lentes...

Durante muitos anos, que bem que se comia (e bebia) a bordo dos TAP !
Mas agora deve haver por lá dieta rigorosa, presumo eu, pelo que leio nas notícias, a TAP está doentinha e dizem que precisa de tomar umas injecções...

Boas melhoras minha amiga!
De Bic Laranja a 27 de Junho de 2020
Vítor Crespo? É pouco de crer. A imagem é dos primeiros tempos dos Caravelas. Fotografia encenada para mostrar uma «casa portuguesa» que cruzava os céus a jacto. Aí por 1962.
A passageira ao lado parece-me uma assistente dos primeiros tempos da T.A.P.: Françoise; ou Helena Calafate, talvez…
Cumpts.
De José Lima a 29 de Junho de 2020
A tábua de queijos é bastante interessante. Eu já não sou deste tempo, mas ainda me lembro de serem servidas refeições a bordo dos aviões da TAP com talheres de metal, bem como de umas garrafas de vinho pequenas (20 cl?), com qualidade bastante razoável, que as acompanhavam.
De [s.n.] a 29 de Junho de 2020
Sim, a tábua de queijos é muito apelativa e até lá está o célebre 'limiano'. Provavelmente será uma tábua-tabuleiro para os queijos não tombarem.
Em 1968/69/70, nas refeições a bordo eram utilizados talheres de metal e as garrafinhas de 20cl do 'Dão' eram de grande qualidade, mas o preço das viagens era muito caro.
De José Lima a 1 de Julho de 2020
Eu até nem me referia a essa época, mas antes a tempos mais recente, ao final dos anos 80, princípio dos anos 90. E, claro, um serviço como o que a imagem mostra,em primeira classe, não deveria ser barato.
De Bic Laranja a 29 de Junho de 2020
É mais ou menos do tempo do caviar e do faisão… Hei-de ver se acho o cartaz.
Cumpts.
De Bic Laranja a 29 de Junho de 2020

Comentar