4 comentários:
De M.Martins a 22 de Maio de 2014
Mas é verdade que têmos todo tipo de salois!!Hoje o que nos diferencia é a parvoise,os amerloques e os camones de todo o lado ainda se gosam...com o abendecio da fátima,e todos esses falsos enviados de deus que são escolhidos em assembleias bancárias.
De Bic Laranja a 23 de Maio de 2014
Diga-me por favor: amerloques são os ianques vistos desde o Quebeque, não é verdade?
Pois a parvoíce é geral. A amaricana há muito que cá chegou. Veio substituir os antigos saloios de barrete dos arrabaldes de Lisboa pela saloiice de baseball cap. Mais valia estarmos quietos.
Cumpts.
De M.Martins a 23 de Maio de 2014
Sim meu caro senhor...mas aqueles que nos estorpiam não são todos aqueles que habitam este grande continente.Tudo como os descendentes dos Lusitanos,tanbem não são aqueles que tem contas nas sociedades Helvéticas escondidas nos numerosos paises extrêmamente ricos... mas que os fazem passar por pobres.As Bahamas um pequeno exemplo!Mas talvês dentro de 1000 anos a nova classe de sapiens sapiens e entro élas os orgulhosos Lusitanos estejam a desfrutar o que os nossos valentes ascendentes nos legaram. Entretempo continuo a lêr os vossos instrutivos blogs,e a ouvir os lindos discos!Pedindo desculpa se de qualquer maneira o incomodo.Chapeau e cumprimentos sinçéros.
De Bic Laranja a 25 de Maio de 2014
Claro que não.
Os «orgulhosos lusitanos» acabaram. Pelo menos os que tinham génio de erguer do nada cidades assim. Se alguns sobram, é-lhes ensinada a vergonha do trabalho levado a cabo: era colonialismo.
Cumpts.

Comentar