4 comentários:
De André Sousa a 17 de Junho de 2018
Caro BIC,

Aproveito este "post solitário", para lhe deixar um "link" interessante (raridades para quem gosta de fotografia) - a si e a todos, claro...!
(não, não tenho por hábito comentar assunto fora do contexto... mas já que "O" António, "O" Santo se sentia só, leva nos queixos com um "link"!)

Aqui fica:

https://flashbak.com/for-faces-and-places-20th-century-negative-and-photo-wallets-402297/

"Bic Laranja" em Portugal... "Flashback" (https://flashbak.com/) do "shtrangeiro", mais um belo arquivo de recordações... infelizmente, inglês nem sempre no seu melhor!

Espero que aprecie!

Cumprimentos,
André Sousa

De Bic Laranja a 17 de Junho de 2018
Parece-me muito bom. Cheio de curiosidades.
Muito obrigado!
De Bic Laranja a 17 de Junho de 2018
Chamou-me a atenção «Thamesmead, 1975: a cidade de Londres sem alma do futuro». Uma tristeza arquitectónica parida duma desastrada ideia utópica de futuro e aplicada aos pântanos da lúgubre Londres, Sul do rio Tamisa. Faz lembrar o fim dos Olivais nos anos 70: o bairro do RALIS ou a «Pantera cor-de-rosa», detrás donde era o Camboja — onde fazem ou faziam a feira do Relógio; sem o radioso Sol de Portugal...
Logo o primeiro comentário diz tudo: — «se não soubesse, diria que isto era da Europa de Leste do tempo do comunismo.»
Tudo isto, somado à engenharia social, deslumbrou a malta «pugressista» por cá através das várias zonas de Chelas. E ainda deslumbra, porque do estrangeiro é que é bom. Os novos Olivais (vulgo Expo) não andam arquitectònicamente longe, mas aqui já armar ao pingarelho, que sempre rende ao lixo vendas mais avultadas.

Cumpts.
De André Sousa a 18 de Junho de 2018
Histórias interessantes... e com fartura!

Este ainda não tinha lido - admito - mas concordo com a sua visão... e acrescento... há mais exemplos (de gosto infeliz!) espalhados por Lisboa (!) para não falar na "desorganização" urbanística que existe em diversas cidades de Portugal (!) sim... sou contra e sim... critico quem não o faça (ou não tente!) corrigir!

O "so typical" (quando se referem à arquitectura Portuguesa) que se houve da boca de um turista não me encanta, mas... aproveitando o "post" onde estamos... adoram uma "sardine" e uma "bfana"!

Cumprimentos,
André Sousa

Comentar