Domingo, 16 de Junho de 2024

No tempo das leitarias

Leitaria Santa Cruz, Jardim Constantino (prox.) (H. Novais, c. 1960)

Leitaria Santa Cruz, Lisboa (H. Novais, c. 1960)
Leitaria Santa Cruz, R. José Estêvão, 117A-B / R. Alexandre Braga, 1-1A, c. 1960.
Horácio Novais, in bibliotheca d' Arte da F.C.G.

Escrito com Bic Laranja às 16:55
Verbete | comentar
10 comentários:
De Pedro Nogueira a 16 de Junho de 2024
Já não existem leitarias, mas em contrapartida, cada vez há mais malandros a mamar na teta.
Cumprimentos.
De Bic Laranja a 16 de Junho de 2024
E além disso ainda querem acabar com as vacas, esses malandros.
Olhe que realmente isto!…
Cumpts.
De Figueiredo a 17 de Junho de 2024
Dizem eles que os traques das vacas são terríveis, é impressionante como é que o Ser-Humano conseguiu sobreviver durante todos estes milénios.
De Bic Laranja a 17 de Junho de 2024
Pois o caso é que passou de ser humano a sobre-humano. É só super-homens, não vê V.? A começar pelos super-homens G.

Cumpts.
De [s.n.] a 16 de Junho de 2024
Obrigado por estas fotografias.
Qual seria a razão do Horácio Novais fazer estas duas fotografia ?
Provavelmente para fotografar a arquitectura do prédio, que julgo contemporâneo do grande prédio da Rua José Estevão/Mindelo/Passos Manuel.
Conheci bem esta Leitaria, que do lado da Rua Alexandre Braga, estava encostada a um talho de carne de cavalo.
O aviso em relação ao trânsito para a Rua da Estefânia, provavelmente não seria pela Tv. Escola Araújo, que deve ter sido por onde veio o automóvel que está parado.
Em 2019 ainda estavam a Pastelaria Santa Cruz e o Talho abertos e se assim for agora, estão há quase setenta anos.
O prédio estava com muito bem conservado.

Cumpts.

De Bic Laranja a 17 de Junho de 2024
Ora, de nada!
Podemos especular sobre a razão de H. Novais ter tirado as fotografias; alguns poderiam escrever até uma utopia da igualdade só em minúsculas ou um memorial só pontuado a vírgulas.
Parece-me certo, em tanto, que o objecto da fotografia foi singelo: foi a leitaria. Curioso será o porquê: intuito comercial? O caso foi que de caminho ficou o prédio todo.
Ou então vice-versa, admito também.
Na «Arquitectura Modernista em Lisboa, 1925-1940» (C.M.L., 1991, pp. 38-39), uma espécie de inventário feito em 88 sobre o que o título diz, para a Câmara saber o que proteger do Modernismo, já constavam este n.º 1 da Alexandre Braga e os seguintes até ao 13, mais os 4, 6 (do Amadeu Gaudêncio) já então a pedirem chuva e hoje piores, devolutos e entaipados que estão, à espera do destino, no outro lado da rua, e ainda o 14. Este n.º 1 vai a par com os da Rua do Mindelo que diz como dos mais interessantes, a meu ver. Mas do H. Novais desconheço fotografias daqueles da R. do Mindelo. Pode ser que haja…
O talho permanece, mas carne de cavalo não sei se haverá.
A leitaria deu em pastelaria, segundo me diz e tenho vaga ideia de que sim. Mas não me recorda se se manteve Santa Cruz. Quando lá passar quero ver se me não esqueço de reparar.
Cumpts.

De [s.n.] a 17 de Junho de 2024
Com certeza que a Leitaria Santa Cruz perdeu alguma clientela com o aparecimento da nova padaria da PUCEL que depois se transformou em Pastelaria.
Cumpts.
De Bic Laranja a 17 de Junho de 2024
A Santa Cruz deu em Felice, pastelaria. A PUCEL faliu. No seu lugar abriu agora uma Aloma cuja especialidade são pastéis de nata. Não são maus, mas arrimam ao turista, a cuidar no preço. Anda tudo assim em Lisboa. É como vai.
Cumpts.
De [s.n.] a 17 de Junho de 2024
A PUCEL - Padarias Unidas do Centro de Lisboa, Lda. faliu ?
Deve ser a única padaria que vai à falência !!!!

Cumpts.
De Bic Laranja a 17 de Junho de 2024
Pois, não sei… É o que diz o Racius:
https://www.racius.com/pucel-padarias-unidas-do-centro-de-lisboa-lda/
Cumpts.

Comentar

Julho 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitante



Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Firefox contra o Acordo Ortográfico
Fugas do meu tinteiro
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Kruzes Kanhoto
Lisboa
Lisboa Actual
Lisboa de Antigamente (pub)
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Meu Bazar de Ideias
Olhar o Tejo
Paixão por Lisboa
Perspectivas(pub)
Planeta dos Macacos (O)
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Julho 2024

Junho 2024

Maio 2024

Abril 2024

Março 2024

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Julho 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.