Sábado, 18 de Agosto de 2018

O Super Maxi

  Diz que ia acabar o Super Maxi, provavelmente o melhor gelado do mundo. (Digo gelado-rajá; porque gelado-sorvete, provavelmente o melhor do mundo é daqueles da Actor Vale...)
 Dizia do Super Maxi que ia acabar; fizeram até um grupo de lesados no livro das fuças a reclamar, mas também a explicar com as minhas conjecturas (passe a imodéstia) a razão da queda de vendas (presume-se) detrás do fim do Super Maxi.
 Isto pela Primavera deste ano.
 Bem! Como ia acabar, roeu-me a saudade e, com algum espírito de contrariar o destino, comprei então, por alturas de Junho, uma caixa de 6 que vi no super — restos de  stock existências em armazém, decerto. — Comprei e tirei-lhe o retrato, pois que ia acabar… E entretanto fiz eu o jogo da Olá e acabei com eles, os Super Maxis que comprara. Comi-os todos. Mesmo achando-os muito cristalizados e com o branco nada cremoso apesar da propaganda na caixa; antes como sendo mais água  congelada.

Super Maxi, o [pseudo] original — (c) 2018

 Mas não acabou aqui.
 Durante a vilegiatura no Algarve ainda me apeteceu jogar o jogo de contrariar o fado do Super Maxi — que acabara de acabar este ano — e pedi um na geladaria da praceta a ver no que dava. A resposta do Ti Pedro foi que, enfim... — Acabou! Já nã vẽ no cartaz e as pessoas já nã pédẽ.
 Mal resignado (e com certo espírito de contrariedade) ainda lhe lancei — E não sobra nenhum aí do ano passado? Isso no frio conserva-se...
 — Olhe! Tenho-os comido eu! As pessoas nã pédẽ... — E em desabafo abrindo a arca — Um gelade que já tinha uns 50 anes, veja lá! Uns 50 anes!... E nisto estende-me um Super Maxi — Tome! Nã tẽ de pagar nada.
 — Ora essa! Assim é que não pode ser...
 — Nã vẽ no cartaz, nã paga nada. — Ofereceu-mo.
 — ... Muito obrigado! — agradeci penhorado. — Agora é que acabou mesmo — pensei. — Não hei-de pedir cá mais nenhum; vai parecer que quero gelados de graça.

Cartaz da Olá, 1974 (Imagens de Marca)

 Mas também não acabou aqui.
 Há dias chega-me a Sr.ª do super e diz-me:
 — Comprei-te Super Maxis.
 — Mas já acabou!...
 — Não sei. Vi destes e comprei.

Super Maxi, o [verdadeiramente, parece-me agora] original (Foto do super Aldi, 2018)

  Pois bem! O Super Maxi ia acabar e acabou. Já nã vẽ no cartaz. E de Junho para Agosto mudam-lhe a caixa, mantêm que é o original, mas cortam-lhe a treta da anterior que dizia agora ainda mais cremoso.
 E sabe o benévolo leitor o que lhe digo? Agora, ao depois que acabou, o Super Maxi que vendem é verdadeiramente mais cremoso, tal como o primitivo. Ou o original.

Super Maxi, um cão com 42 (ou 44) anos ...

 

P.S.: hoje, no fim de acabado, sai a 100$00 cada rajá, o que pelo índice de preços do I.N.E. vai por uns 4$00 de 1976. Cuido que nesse ano já andaria pelos 5 mil réis. Há coisas que acabam e não se perde nada.

Escrito com Bic Laranja às 18:44
Verbete | comentar
8 comentários:
De [s.n.] a 19 de Agosto de 2018 às 19:47
Pelo visto gulodice por aí é o que há mais:)
Maria
De Bic Laranja a 19 de Agosto de 2018 às 20:45
Impressão sua.
:)
Cumpts.
De Mandarinia a 20 de Agosto de 2018 às 16:10
O meu gelado preferido de sempre da Olá. Acabou de me dar a melhor notícia deste Verão. Bem haja.
De Bic Laranja a 20 de Agosto de 2018 às 19:43
Fico feliz.
Obrigado!
De Fernando Antolin a 22 de Agosto de 2018 às 22:53
O melhor gelado de chocolate era mesmo um Rajá, que a marca também os teve, era o Mousse, mousse de chocolate pura, em gelado de pauzinho, a 3$00 (escudos) naquele tempo.
Belo tempo.

Abraço

Fernando Antolin
De Bic Laranja a 23 de Agosto de 2018 às 18:25
Só me recorda dos rajás da Olá. E do pregão — Olhòòò Rajá Fresquinho! Há fruta ò Chicolate!
Mas também eram da Olá.
Cumpts.
De Fernando Antolin a 23 de Agosto de 2018 às 19:59
Os vendedores da Olá aproveitavam o pregão dos seus colegas e antecessores, da Rajá, que foi comprada pela primeira em 1970. Que tinha também excelentes chocolates, tal como a Regina.

Isto da velhice traz-nos doces recordações...

Cumprimentos
De Bic Laranja a 24 de Agosto de 2018 às 21:03
Fizeram bem, porque fizeram da marca um substantivo comum, que a fez perdurar. Pelo menos enquanto há gente com estas doces recordações.
:)
Cumpts.

Comentar

Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

arquivo

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS

____