Quinta-feira, 31 de Março de 2016

Portugal soalheiro, 1973, pela Televisão do Tamisa

  Lisboa. O aeroporto. Aterragens da B.E.A. e da T.A.P. Desembarque e encaminhamento de passageiros — assistente de terra em uniforme de Louis Féraud vermelho; o equipamento de terra da T.A.P. ...
  O terreiro do Paço com indicação de destinos: Campismo, Castelo de S. Jorge, Estoril.
  Tráfego automóvel no Cais do Sodré: autocarros — um Daimler Fleetline na pintura original da Carris; um A.E.C. Regent V com pintura verde mais moderna —, táxis Mercedes Ponton.
  Gente que passa, gente que olha, gente que atravessa, gente que circula. Um polícia.
  A Rua do Alecrim. Um eléctrico que se esforça.
  O comboio do Estoril.
  Cacilheiros: o Nacional e o Recordação.
 
O Tejo. Um paquete estrangeiro como os nossos… eram.
  O Tejo e a ponte — travessias: o desembarque dum ferry no Cais do Sodré; um volvo de volante à direita com roulotte — outra vez campismo...
  E a ponte.
  O Cristo-Rei.
  Sesimbra.
  Sesimbra nos prolegómenos dum futuro de cimento... Botes emparelhando as cores duma bandeira dum país... dalgo que...
  Pescadores que vão...


  O filme foi transmitido na Thames Television em Março de 1974. As imagens tão estivais hão-de ser da colheita de 1973. Percebe-se.

Escrito com Bic Laranja às 19:21
Verbete | comentar
18 comentários:
De Marcos Pinho de Escobar a 31 de Março de 2016 às 22:13
Magnifica lembrança do meu país que foi...mas desistiu de ser.
Obrigadissimo Caro Amigo!
De Bic Laranja a 4 de Abril de 2016 às 18:55
Pois desistiu...
Obrigado eu, do apreço.
Cumpts.
De Joe Bernard a 1 de Abril de 2016 às 19:51
Gostei de ver o Trident a aterrar, bem como a assistente de terra com a farda dos chapéus de pom-pom... A bordo era uma maravilha, quando se esticavam para por um casaco na bagageira... espectáculo!!!
A musiquinha é que é chata...
De Bic Laranja a 4 de Abril de 2016 às 19:17

Abraço.
De zazie a 2 de Abril de 2016 às 12:09
Era mesmo uma estética muito mais bonita.

Estupidamente algumas dessas coisas acabaram por peneiras próprias.

Por exemplo, os taxistas que não queriam passar por taxistas e acharam o máximo pintar os carros à colonialista.
De Bic Laranja a 4 de Abril de 2016 às 19:00
Portugal desistiu de ser... em tudo.

:(
Cumpts.
De [s.n.] a 3 de Abril de 2016 às 03:48
De que cor é pintar um táxi à colonialista.
Eu não sei e não faço a ideia.
De zazie a 4 de Abril de 2016 às 12:47
Carros cremes como os que traziam.

Se não sabe, azar o seu- eu lembro-me.

A que título tiveram de mudar as cores? por complexo de poderem parecer taxistas?

Eram as cores dos taxis ingleses porque foram os ingleses que introduziram cá, tal como correios e muitas outras companhias.
De Bic Laranja a 4 de Abril de 2016 às 18:58
Mudámos a cor dos táxis para sermos... isto.
Cumpts.
De [s.n.] a 3 de Abril de 2016 às 11:26
Caro BIC,

Muito obrigada por proporcionar o visionamento desta pequena maravilha. Gostei tanto de ver. Como nasci em 1972 já só tenho lembranças muito vagas desta época e muito apreciei ver o Terreiro do Paço sem carros estacionados junto à estátua, coisa que persistiu durante anos e que era horrível.
Muitos banhos de mar tomei na praia da Califórnia cheia de barquinhos de pescadores (ainda não havia porto de abrigo). Já lá estava o mamarracho onde funciona o tribunal, mas de facto eram ainda, como acertadamente afirma, os prolegómenos.

Bem haja.




De Bic Laranja a 4 de Abril de 2016 às 19:18
Folgo que haja agradado.
Obrigado eu!
De João a 4 de Abril de 2016 às 17:53
E dizem que Portugal era um país a preto e branco, logo numa altura em que se verificava um pujante crescimento económico.

Aquele AEC Regent V da Carris, todo verde é que devia ser bem quente no Verão...
De Bic Laranja a 4 de Abril de 2016 às 19:34
Ná! Era tudo cinzento. Anos de chumbo.

O Regent V tinha ar condicionado, primitivo. A democracia ao depois melhorou... Até passou a haver pronto-a-vestir.

Cumpts.
De zazie a 5 de Abril de 2016 às 00:52
Aleluia!

http://www.cmjornal.xl.pt/domingo/detalhe/taxis-de-regresso-ao-verde-e-preto.html
De Bic Laranja a 5 de Abril de 2016 às 20:42
A notícia é de 2003, mas são cada vez mais. Os amarelos são os mais envelhecidos.
Cumpts.
De zazie a 5 de Abril de 2016 às 23:46
Pois é. Nem tinha reparado.
De Simão a 18 de Abril de 2016 às 12:53
Belíssimo vídeo e, permito-me destacar, o excelente trabalho de iluminação pois, como todos sabemos, vivia-se a longa noite e deve ter dado uma trabalheira este video :-) :-)
De Bic Laranja a 21 de Abril de 2016 às 21:28
Ahaha! Bem visto.
Cumpts.

Comentar

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS

____