5 comentários:
De jcb a 16 de Novembro de 2015
E o que dizer do jornaleiro de plantão às notícias, de um canal cujo nome já nem recordo, que enfatizou a sorte dos espectadores no estádio de futebol, devida ao porteiro ter desconfiado do aspecto volumoso do casaco do, então, putativo terrorista e assim ter impedido a sua entrada, não restando a este outra alternativa que não implodir-se no exterior. Em calhando, digo eu, com a ajuda do porteiro, que percebeu logo ao que ele vinha. Haja Deus !
De Bic Laranja a 16 de Novembro de 2015
E não era esse astuto concierge porventura também de «descendência portuguesa»? Aposto que sim!...
Cumpts.
De Inspector Jaap a 18 de Novembro de 2015
Não, esse não, que é dos bons.
A pavloviana campainha destes perros só soa quando do “menu” consta algo que nos apouque.
Cumpts
De Bic Laranja a 18 de Novembro de 2015
Muitos há que não distinguem; soa-lhes quando consta algo que nos qualquer coisa.
Cumpts.
De Inspector Jaap a 20 de Novembro de 2015
Ah! ah! ah! ah!
então não é que é mesmo isso?
Cumpts

Comentar