9 comentários:
De Joe Bernard a 23 de Março de 2017 às 18:28
Gostei do que escreveu. Como habitualmente.
De Bic Laranja a 23 de Março de 2017 às 18:47
Generosidade sua.
Muito obrigado!
De André Sousa a 23 de Março de 2017 às 23:42
Pois que deste (texto)... gostei!
Deu para rir!
(ironia dá sempre para rir)

Penso que já lhe perguntei, ou pelo menos tentei, qual é o seu problema em relação à estação de Carnaxide?

Já aqui disse que não tenho nenhuma ligação... mas pergunto... há jornalismo (televisivo) do pior, em canais concorrentes... que você nunca menciona!

... o que me leva a pensar...

De facto você gosta de ver o canal!
De facto acha que os outros são tão maus que... fica a ver o canal!
No fundo... a televisão independente de Carnaxide... é o canal!

Termino com uma saudação ao Caro Joe... que simpatia (!)... para ver se também tenho uma resposta "generosa":

Pois que deste (texto)... gostei!


De Mandarinia a 24 de Março de 2017 às 09:22
Como sempre muito bom. Também gostei muito da parte da notícia que nos informava que teria sido a matrícula do veículo utilizado que forneceu a pista vital que conduziu a investigação à cidade de Birmingham. Uau que espertos! Verdadeiros Dupond e Dupont. Birmingham... Quem diria.
De Bic Laranja a 24 de Março de 2017 às 12:37
É tudo tão espantoso! Pois foram dar a Birmingham... Onde prenderam logo 8 indivíduos. E de seguida confirmam que o bandido em Londres agiu sòzinho, sem cúmplices. Calhando aqueles 8 misturados na notícia do caso foram presos por multas de estacionamento, ou isso.
Grato do apreço.
De luis maia a 25 de Março de 2017 às 00:59
sempre a parolice nacional nas noticias internacionais sempre à cata do portuga
De Bic Laranja a 25 de Março de 2017 às 12:12
Têm um umbigo do tamanho do mundo. E uma mentalidade de provicianos.
Cumpts.
De Daniel a 31 de Março de 2017 às 16:01
Toda esta coisa do terrorismo e um autentico disparate. Vivendo aqui em Londres, tenho a certeza que se o mesmo tivesse acontecido em qualquer outra parte da cidade (Mile End, Brixton por exemplo) isto nem nas noticias teria tido registo. Seria considerado como violência urbana, porque nos guetos estas coisas são apanágio. Ainda no outro dia havia um senhor qualquer de machado em riste a querer dar umas tabalhoadas nas cabeças de quem encontrava, e nem assim isso foi parar ao noticiário. Uma canseira esta, a de filtrar o joio do trigo, neste vazio que e a imprensa global. (perdoe-me a falta de acentos, mas estou a escrever de um teclado bárbaro).
De Bic Laranja a 1 de Abril de 2017 às 10:11
E esse bárbaro de machado em riste gritava Alabu Alacagar ou lá o que é? Acham-se uns na Germânia, pelas Bahnhofstazionen e pelos comboios com esse hábito. Normalmente berberes de elevado factor mafamede. O natural é poupar-se a imprensa de noticiar essas toucinhadas à gente, não vá a Mafoma ofender-se. Mas claro que há limites: Westminster é como qualquer condomínio fechado do escol multiculturalista que democràticamente promove a rafeirização do gado consumidor ocidental; não gostam é lá de misturas à porta da sua trincheira. Daí o eco estrondeante. Mas não passa dum estrebuchar de condenados no cadafalso já com o capuz enfiado na cabeça.
Veja V., no ponto em isto vai, o ocidente está como dizem expressivamente na América: so damn fucked!
Cumpts.

Comentar