De [s.n.] a 29 de Agosto de 2015
Impressionante! Abalançar-se a escrever um livro abordando personagens históricas e depois cometer gaffes semânticas desta natureza?!... Terá esta senhora aprendido realmente História-História? E já agora, terá ela tido aulas de português logo após o 25 de Abril ou, se não, pelo menos durante os últimos 30 anos? Pela amostra é o que se deduz...

Aproveito para deixar aqui algumas pérolas fonéticas, fruto de uma dicção péssima da já mencionada Conceição Queiroz, algo que estou para fazer desde há vários dias.

Senão veja isto:

- gâzoleo (pronunciou com o "a" e o "o" seguinte bem fechados...)

- continuar ? ?companhar (o artigo def. feminino "a" e o "a" inicial de acompanhar... sumiram-se por artes mágicas)

- para ?gradecer (o "a" inicial de agradecer foi engolido...)

- marcar ? actualidade (o artigo definido feminino singular ficou pelo caminho...


- toda ? informação (o artigo "a" não teve direito a estar presente na locução)

Será com este modo de papaguear as notícias que se respeitam os telespectadores? Não há por lá directores de informação que saibam como se pronuncia correctamente o português, sobretudo por jornalistas que deveriam ter esse cuidado já que falam para milhões de pessoas? Ou dar-se-á o caso desses directores cometerem os mesmos erros fonéticos? Deve ser isso...
Maria




Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.