7 comentários:
De [s.n.] a 22 de Agosto de 2016
Que saudades que tenho da governação deste Senhor da imagem, acabado de chegar para inaugurar uma obra grandiosa de SUA autoria e que nunca deveria ter mudado de nome. Mas é assim que os traidores agem quando chegam ao poder através de golpes de Estado. Nunca pensei vir a dizer isto, pelo menos não há trinta ou quarenta anos. Estadistas da têmpera de Salazar não iremos ter a honra de voltar a ter como Presidente do Conselho, temo bem, pelo menos nos próximos vinte ou trinta anos ou mais. Que tristeza de País e que infeliz Povo, este, que depois de ter tido durante décadas um Patriota e um homem íntegro e honesto como seu Governante máximo, que tanto fez pelos portugueses e pela Nação, foi sucedido por uma cambada de gatunos, corruptos, pulhas e traidores. Que tristeza infinita, meu Deus.
Maria
De Bic Laranja a 29 de Agosto de 2016
Calma. Salazar não tem mérito na ponte: votou em conselho de ministros contra fazer-se a obra, nunca é demais dizê-lo e abrilmente frisá-lo. A validade desta tese é tão evidente e irrefutável que nem importa ver-se-lhe dê permeio o ditador com voto de vencido em conselho de subalternos. Sendo a ponte por definição boa e Salazar inatamente mau, nada mais natural; onde se viu alguma vez o mau trabalhar pelo bom?
25 Dabril sempre, mesmo ante de o ser. Daí os 50 anos da ponte do dito.
Cumpres.
De Bic Laranja a 30 de Agosto de 2016
...ver-se-lhe de permeio...
De Inspector Jaap a 23 de Agosto de 2016
Inauguraçãozeca verdadeiramente rasca: pois se nem dinheiro emprestado se pediu, e não houve corruptos a encher os bolsos à conta da obra, de que raio se ufanam eles?
Já agora: o sequaz que escreveu aquilo deverá ser despedido proximamente pois que admitiu que havia alguma coisa maiúscula naquele regime, o biltre!
Cumprimentos.
De Bic Laranja a 29 de Agosto de 2016
Bom, a obra foi terminada antes do prazo. Alguém deve ter lucrado com isso...
Cumpts.
De tron a 28 de Agosto de 2016
Mas a ponte sobre o Tejo há 50 anos se chamava Ponte Salazar, pelo que se sabe o próprio não queria ver o seu nome ligado a ponte, preferia algo mais simples como "Ponte Sobre o Tejo" ou algo assim.
Quem sabe se com o nome de algum membro eminente do seu governo como Duarte Pacheco ou de algum navegador dos descobrimentos.
De Bic Laranja a 29 de Agosto de 2016
Salazar não sugeriu, que saiba, nome algum. Manifestou foi reserva premonitória ao seu nome, que não iria durar. Tinha razão.
Cumpts.

Comentar