8 comentários:
De [s.n.] a 3 de Abril de 2020
Estava à espera de um título seu deste género.
Já reparou que este 'confinamento' imposto às populações é o retrato fiel da imposição da "lei marcial", decretada às populações durante as guerras, tendo embora outra designação para não amedrontar as pessoas?
Li isto num blogo de um historiador irlandês que vive em Espanha e que está a denunciar as maiores malandrices perpetradas a nível mundial pelos governos das democracias, com a farsa do confinamento obrigatório das pessoas.

Senão vejamos: ninguém pode sair de casa excepto para ir ao médico ou para o trabalho, estes só por enquanto (na antiga União Soviética nem isso era permitido às populações, segundo hoje se sabe); ninguém pode sair à rua para movimentar-se um pouco, excepto se for sózinho ou acompanhado apenas por mais uma pessoa; as pessoas não podem acompanhar os seus familiares falecidos à última morada, excepto por duas ou três pessoas e nada de celebração religiosa junto ao corpo do falecido antes do enterramento. Estes ainda não proibiram as celebrações religiosas nem a prática do catolicismo pelo povo (como acontecia na ex-U.S.) mas não querem ajuntamentos (dito de um modo subreptício, nada de idas às Missas) mas as Igrejas estão vazias.

A lista não teria fim. A juntar a esta tirania despótica com outro nome (por enquanto) só falta - tal como era prática no regime soviético - as pessoas denunciarem à polícia (na verdade, aos comissários políticos, que é o que eles de facto são) que o parente próximo ou o vizinho de baixo trangrediram as normas de confinamento decretadas pelo regime.

Quem se deve estar a rir e a pular de contentamento e a beber contìnuamente champanhe para comemorar terem atingido finalmente o regime por que haviam almejado durante 45 anos, são os comunistas-socialistas e a extrema esquerda. E viva a democracia, pois claro.
As tiranias africanas (após os comunistas terem derrubado os regimes sob controlo europeu e tomado d'assalto o poder em todas elas) e a própria Alemanha de Leste também eram designadas como 'regimes democráticos'..., claro. Precisamente como é designado o regime em Portugal desde o 25 de Abril.
Maria
De [s.n.] a 3 de Abril de 2020
Mais um conselho a quem quer saber do que se trata efectivamente a farsa do coronavirus e sobre o terror propositadamente inoculado nas populações e ainda a histeria que o mesmo causa nas pessoas. Vão ler o que Putin diz sobre tudo isto e também e principalmente o que o presidente da Bielorussia denuncia de errado nas medidas tomadas pelos regimes dos países ocidentais relativamente a esta crise, que na sua opinião está empolada ao máximo desnecessàriamente. Leiam o que eles dizem, que vale bem a pena.
Maria
De [s.n.] a 3 de Abril de 2020
Na Suécia, um dos países mais desenvolvidos mundo segundo os especialistas - e também os comunistas e socialistas cá do burgo - o povo não quere saber do confinamento para nada. As escolas não fecharam e as miúdos continuam a ir às aulas e as pessoas passeiam-se pelas ruas com a maior das descontracções e sem o menor receio de serem contaminadas ou contagiadas pelo coronavirus.
Maria
De [s.n.] a 3 de Abril de 2020
O Putin disse há dias que o coronovirus não é uma epidemia e menos ainda uma pandemia.
O Trump afirmou há semanas que todos os anos morrem nos E.U. muitos milhares de pessoas com gripe e pneumonias pela mesma ocasionadas, com esta gripe não será diferente.
Mas é claro que os esquerdistas vão dizer que Trump é parvo e mente. Do que afirmou Putin (que foi no mesmo sentido de Trump) os mesmos esquerdistas calam-se que nem ratos.
Maria
De [s.n.] a 3 de Abril de 2020
Sobre o coronavirus Bolsonaro disse o mesmo que Trump e Putin. Mas nas mentes doentes de comunistas, socialistas e extrema esquerda os dois primeiros são parvos e mentem, mas sobre o Putin aqueles calam-se que nem ratos. Ai não!, eles têm um medo que se pelam das consequências de falarem demais (ou será muito respeito pela pessoa, apesar deles estarem contra todas as extraordinárias mudanças políticas havidas desde o colapso do comunismo, onde desde então - além doutras decisões políticas importantes favorecendo o povo (para eles, medidas todas 'capitalistas') o culto religioso é livre e mais recentemente Igrejas católicas estão a ser construídas em quantidade e num ritmo nunca visto por toda a Rússia) é que Putin não é para bricadeiras e impõe muito respeito.
Maria
De Bic Laranja a 14 de Abril de 2020
Não me convenço muito das teorias de conspiração. Que haja democratas aí a aproveitarem-se da suspensão da democracia, acredito. No mais, parece-me que é pânico incutido às massas ignaras pelos me(R)dia.
O Mundo está entregue a mentecaptos e a dementes.
Cumpts.
De [s.n.] a 7 de Abril de 2020
Sumiu-se como o fumo!
;)Maria
De Bic Laranja a 8 de Abril de 2020
Levou sumiço.
Cumpts.

Comentar